CAPPAZ - Confraria Artistas e poetas pela Paz


    

 

  Data: 09/4/15 - 17:40

  Nome:   Josue Ramiro Ramalho
  Cidade:   Salvador
Ecaminhei mensagem sobre aniversário CAPPAZ para Eliane. Espero não estar atrasado. Entrei nesse portal para tirar dúvidas sobre encaminhamento de mensagens. Para todos os confrades e confreiras, paz e harmonia e união
CONFRARIA CAPPAZ

Em sete anos de vida
Vivida com entusiasmo
Sem fulgor e sem marasmo
A confraria se faz

São artistas, são poetas
Refletindo muito alem
Trabalhando pelo bem
Pois isso é ser CAPPAZ

Tem poetas, tem artistas
Palhaços equilibristas
Ser ingênuo e ser voraz

Sete anos de criação
Essa atitude de irmãos
Só na confraria CAPPAZ.

Josue Ramiro Ramalho


  Data: 25/3/15 - 22:28

  Nome:   Malú Ferreira
  Cidade:   Salvador - Bahia
MEIA NOITE

Devoro-te com as miradas
Vaga-lumes transitam...
Costurando o espaço
Desaparecem... sem deixarem vestígios
II
Roça em mim o crepúsculo
Desnuda-me frente tela translúcida
Esculpe meu corpo, m’alma
Deixa em mim renascer

Momentos... Empapados de poesias


Autoria:Malú Ferreira
maluvife@hotmail.com





  Data: 22/3/15 - 13:31

  Nome:   Paola Rhoden
  Cidade:   Brasília
Sou caminhante pelos meandros insondáveis do pensamento.
Os caminhos que me levam ao destino a mim reservado, estão em uma estrada, às vezes iluminada, às vezes escura, mas que só a mim pertence, porque a minha rota só eu mesma posso seguir.

  Data: 08/3/15 - 20:25

  Nome:   Sidney Santos
  Cidade:   Santos-SP
   

08 de março- Dia Internacional da Mulher
FASES
Sidney Poeta Dos Sonhos

Menina bonita
Correndo sapeca
No cabelo, fita
No colo, boneca

Moça faceira
No rosto, deleites
Vontade primeira
Vida de enfeites

Mulher, emoção
Em total plenitude
Pulsar de coração
No peito, atitude!

Santos, 8 de março de 2015

(INÉDITO)

  Data: 08/3/15 - 20:19

  Nome:   DEOMIDIO MACEDO
  Cidade:   SALVADOR
   
INTRODUÇÃO 73 CIRANDA CAPPAZ

Queridos confrades e confreiras - CAPPAZ

Extremamente feliz, faço a abertura da 73ªCiranda mensal CAPPAZ, compartilhando uma noticia fantástica!
Visando estimular o exercício literário na escrita de Poemas, divulgar a CAPPAZ e a cultura de paz, a Confraria Artistas e Poetas pela Paz cria e organiza o 1º CONCURSO DE POEMAS- CIRANDA CAPPAZ- 2015.
Todos os Membros da Confraria podem participar. Automaticamente ao participar da 73ª Ciranda Mensal CAPPAZ, que inicia agora em março/2015 com o tema: AS MULHERES DE HOJE, o participante já está concorrendo.
Convidamos todos a produzirem textos inéditos em qualquer estilo. O poeta ou poetisa poderá participar com dois poemas em verso ou prosa e deverá colocar no final de cada poema a observação: INÉDITO.
Este concurso será encerrado na Ciranda Mensal no mês de julho/2015, portanto confrades e confreiras estamos aguardando com muita expectativa seus excelentes textos. Estas produções lindas! Maravilhosas! Contagiantes! que só vocês sabem produzir e que enriquecem as Cirandas Mensais da Confraria.
Dê essa chance a você! Busque inspiração no fundo da sua alma e exponha seus textos para que todos nós possamos conhecer e assim, sairemos todos ganhando com essas produções literárias.
A CAPPAZ agradece e abraça cada um dos seus membros, dizendo: Sucessos! com AS MULHERES DE HOJE!

Deomidio Macêdo
Presidente Regional CAPPAZ - BA


  Data: 08/3/15 - 20:7

  Nome:   Joyce Lima Krischke
  Cidade:   BALNEARIO CAMBORIU-SC
   
HOMENAGEM AO DIA INTERNACIONAL DA MULHER
08 DE MARÇO DE 2015

SIMPLESMENTE MULHER*
Joyce Lima Krischke

A vida vestiu-me ao longo do tempo,
Com roupagens diversas.
Bem no início fui filha.
Filha nem sempre obediente,
Tipo noviça rebelde...

A seguir, fui esposa...
Mulher de Atenas.
Penso que valeu.
Expectativas eram muitas...

Mais tarde fui mãe...
Experiência transcendente.
Não consigo expressar literalmente
O que senti ao tonar-me mãe!

Sete filhos por mim gerados e
Mais uma de nascida de meu coração.
Mãe de oito filhos!

Há vinte e sete anos sou avó.
Ser avó é reviver momentos de felicidade plena!
A cada instante, rever um filho ou uma filha
No corpo e na alma de cada neto...

Hoje, o que restou da filha,
da esposa, da mãe e da avó?

-Da filha restaram lembranças de um passado lindo!

- Da esposa restou passado... passado.
Experiências de vida, lembranças acumuladas
De vitórias e derrotas sucessivas,
De entrega total, de extrema doação...

- Da mãe existe o grande amor,
A ternura, que jamais se acabam.
Ser mãe deixa marcas indeléveis...

- Da avó meu momento mais presente.
Lirismo puro...
Notas de uma pauta musical!

E, agora, qual roupa além da mãe
E da avó deverei vestir?

Filha não me foi dado escolher de quem eu seria.

Esposa foi minha escolha conjunta com alguém,
(Quando eu era muito jovem e inexperiente.)

Mãe e avó foram:
Conseqüências da minha escolha conjunta...

Hoje, decidi pela minha experiência,
Simplesmente, usar a roupa chamada:
Mulher!

Ser simplesmente Mulher e viver a vida por inteiro,
Com o cordão umbilical da palavra cortado,
É uma decisão somente minha...

Hoje, encontrei minha nova roupa,
No fundo do baú de minha existência!
Pretendo vestí-la até meu derradeiro dia...

Visto- me de Mulher, com adornos de Mãe e Avó!
Uso o adereço indispensável chamado:
Felicidade!

Balneário Camboriú-SC

“In” Tempo de Amor- Páginas 113/116
Porto Alegre-2004
Direitos autorais reservados
ISBN-85-903148-2-0
*Releitura em Balneário Camboriu- 08/03/2015



  Data: 08/3/15 - 20:4

  Nome:   JOYCE LIMA KRISCHKE
  Cidade:   BALNEARIO CAMBORIU/SC
   
DIA INTERNACIONAL DA MULHER- 08 DE MARÇO-2015

A(s) Mulher (es) de Hoje
Joyce Lima Krischke

A mulher de hoje é figura central
Mas, continua no lar com seu ideal!
No trabalho lado a lado com o homem,
Nos escritórios... nas tarefas que a consomem.

Na família segue Anjo Tutelar
Dando-nos amor pra todos encantar
Dizem que Deus a mulher do homem criou
Depois... o homem na mulher se formou.

Hoje, a mulher busca novos caminhos
Novas profissões... doando carinhos
Sem esquecer suas tarefas do lar
Decidida à família amparar.

Sim, Mulher de Hoje: abnegação
Enfrenta mazelas com o coração.
Mulheres de Hoje- realidade:
São a força motriz da sociedade!

Balneário Camboriú-SC, 1º de março de 2015- 23:44

OBSERVAÇÃO- POEMA INÉDITO-ESCRITO ESPECIALMENTE PARA A CIRANDA CAPPAZ-
NÃO CONCORRE AO 1º CONCURSO DE POEMAS CIRANDA


  Data: 20/12/14 - 23:25

  Nome:   JOYCE LIMA KRISCHKE
  Cidade:   BALNEARIO CAMBORIU
   
Mensagem de Natal e Ano Novo

Joyce Lima Krischke

É Natal e o Fim do Ano está próximo...

São momentos de dar graças, de agradecer por tudo de bom

e por nossas conquistas.

É importante lembrar aqueles estiveram junto à CAPPAZ e participaram da sua divulgação e crescimento, durante o Ano 2014. Ano em que juntos comemoramos o Jubileu de Açúcar – CAPPAZ – seis anos pela Cultura da Paz e Manutenção da Vida no Planeta Terra.

Caríssimas Confreiras e caríssimos Confrades amigos agradecemos suas presenças e amizade fraterna dedicada nesse ano que está findando.

Que o Natal , quando comemoramos o nascimento de Jesus, seja vivido

sob as luzes da Paz e da Harmonia e que no próximo ano- 2015- possamos compartilhar novas conquistas na Paz e no Bem.

Balneário Camboriú/SC – Natal 2014



  Data: 20/12/14 - 23:22

  Nome:   JJOTAPOETA
  Cidade:   PORTO ALEGRE
   
Paz e Amor!
J.J. Oliveira Gonçalves

Ah, só quem Ama, eu sei, sente saudade
Que, ao peito, sempre dói a Dor da ausência!
Se um sorriso aflora é que a aparência
Maquia e disfarça a realidade!

Ah, verte o verso meu nesta veemência
Que de Emoção transborda – e a Alma invade!
Fico a filosofar sobre a Existência
A perscrutar da vida a ambigüidade!

E quando o fim do ano se anuncia
Quando o Natal nos traz Paz e Poesia
Tiramos do Baú velhas Lembranças!

Ó, meu Menino-Deus, que És o Caminho
Sê sempre de minh’Alma o Trigo e o Vinho
E a um Tempo me conduz... de Esperanças!

Já o Natal vem vindo... É o Salvador
Entre os homens pregando Paz e Amor!

Porto Alegre, 10 de dezembro/2014. 12h - HA
jjotapoesia@gmail.com – www.cappaz.com.br


  Data: 14/12/14 - 19:24

  Nome:   JOYCE LIMA KRISCHKE
  Cidade:   BALNEARIO CAMBORIU
Mensagem de Natal e Ano Novo
Joyce Lima Krischke
É Natal e o Fim do Ano está próximo...
São momentos de dar graças, de agradecer por tudo de bom
e por nossas conquistas.
É importante lembrar aqueles estiveram junto à CAPPAZ e participaram da sua divulgação e crescimento, durante o Ano 2014.
Ano em que juntos comemoramos o Jubileu de Açúcar – CAPPAZ – seis anos pela Cultura da Paz e Manutenção da Vida no Planeta Terra.
Caríssimas Confreiras e caríssimos Confrades amigos agradecemos suas presenças e amizade fraterna dedicada nesse ano que está findando.
Que o Natal , quando comemoramos o nascimento de Jesus, seja vivido
sob as luzes da Paz e da Harmonia e que no próximo ano- 2015- possamos compartilhar novas conquistas na Paz e no Bem.
Balneário Camboriú/SC – Natal 2014


  Data: 13/12/14 - 18:46

  Nome:   J.J.OLIVRIRA GONÇALVES
  Cidade:   PORTO AELGRE
   
INTRODUÇÃO 70 ª CIRANDA MENSAL CAPPAZ
Partituras Amorosas...
J.J. Oliveira Gonçalves

Quando chega dezembro, muda o ritmo. E o tempo é outro. É tempo de Natal e de Ano Novo. Jesus renasce, como nasceu há mais de 2000 anos. É tempo de Luz e Fé. Tempo de uma reflexão debruçada sobre as 365 páginas de nossa vida, contidas no Livro 2014. Tempo de expectativas e Esperança – nas páginas ainda em branco de 2015.

Assim pensando, sentindo e escrevendo, concebi este texto sob o título de “Partituras Amorosas”. Eis que, repito: o ritmo muda. A melodia é outra. É outra a sinfonia. Todavia, são duas Partituras que obedecem ao mesmo Espírito que rege a Grande Orquestra. Tudo porque chega dezembro, simplesmente. E, com dezembro, o chamado “Espírito de Natal”. E o alvoroço das Festas de fim de ano. Jesus-Menino e Papai Noel são transformados, involuntariamente, em garotos propaganda do comércio de presentes de múltiplos matizes. É o materialismo exacerbado. A ganância pelo lucro exorbitante. É a adoração, o culto explícito ao maior deus pagão e deletério da História da Humanidade: o deus-dinheiro. Este deus que discrimina os homens e ceifa as Flores da Paz, na terra. Que faz empedernidos os corações e apaga o Brilho Divino das Almas! Dezembro. Dois acordes. Duas Sinfonias. Notas diferenciadas de um mesmo sonoro e tradicional Concerto!
Natal! Não quero o brilho artificial de milhares de lâmpadas enfeitando as casas, a cidade. Mas quero o brilho insofismável de miríades de Estrelas intermitentes emocionando meu coração de homem-comum. E escrevendo Poemas de Paz e Bem, de Amor e Liberdade, a cirandar com meu coração incorrigível e sempre inspirado de poeta!

2015: um livro em branco, como afirmei, anteriormente. Uma Incógnita. Um Mistério. Uma ansiosa Expectativa. Que não seja, apenas, uma mudança tradicional, convencional e de ficção, no Calendário de nossas vidas. Quem sabe, Deus, que nos manda seu Filho Unigênito – nosso Maior e mais Belo presente de Natal, porque Sagrado! – olhe mais amiúde para este Solo Amado e Generoso chamado Brasil. E transforme a Esperança de Pátria e Liberdade num Sonho palpável e numa Utopia irreversível!

E, assim, com estas palavras e estes Desejos, declaro aberto o expediente para esta última Ciranda do ano 2014, da nossa Confraria Artistas e Poetas pela Paz/CAPPAZ. Sejam todos muito bem-vindos com sua Arte – nas mais diversas e belas manifestações! Eis que as Artes são Etéreas Emanações da Presença do Criador, em nós – Seus filhos eternamente Bem-Amados!

Um Natal de Paz e Bem!
Um Ano Novo de Fé, Esperança e Concretas Realizações!!

Com meu abraço franciscano – sempre!
JJotaPoeta!

“Minhas palavras são como as Estrelas... Jamais empalidecem!”
(Grande-Chefe Seattle)

Porto Alegre, 13 de dezembro/2014. 10h50min – HA
jjotapoesia@gmail.com – www.cappaz.com.br


  Data: 17/11/14 - 10:23

  Nome:   JJOTAPOETA
  Cidade:   PORTO ALEGRE
   
O Seio, o Amor, a Vida!

J.J. Oliveira Gonçalves


Sou gaúcho! Nasci neste Garrão
Bem ao Sul da Pátria brasileira!
Lindeiro ao Uruguai... O coração
Vem de lá da Rainha da Fronteira!

Na querência teatina e hospitaleira
Mais que Vento, o Minuano é canção!
Entre o Verde-e-o-Amarelo da Bandeira
O Vermelho: Argamassa deste Chão!

Espia o Centauro esta grandeza
E o quero-quero é alerta sentinela
Lembrando que Sepé morreu por ela!

Por esta Terra de Alma generosa
Onde a prenda bonita e valerosa
É o Seio, o Amor, a Vida - com certeza!

Porto Alegre, 23 de junho/2008. 11h22min
jjotapoeta@yahoo.com.br - www.jjotapoeta.art.br



  Data: 16/11/14 - 23:36

  Nome:   KAUANE
  Cidade:   SÃO PAULO
JOYCE !!!! SAUDADES UM FORTE ABRAÇO....KAUANE

  Data: 12/10/14 - 1:8

  Nome:   JJOTAPOETA
  Cidade:   PORTO ALEGRE
   
Minha Infância Envelheceu...
J.J. Oliveira Gonçalves

Minha infância envelheceu...
Ela é o meu "eu" que se perdeu nos ermos
das distâncias...
Entre as poeiras dos tempos!

Minha infância envelheceu... mas não morreu...
E vive, assim, na nostalgia... nas relembranças...
Alimenta-se de saudades... de suspiros
de cenas inapagáveis
no coração de minha criança-interior!

Minha infância envelheceu... encaneceu os Sonhos
que eram verdes...
Apagou o riso... o sorriso... a Inocência!

Do doce fez-se o Amargo
Do contente fez-se o Triste
Dos que amei, lá, então, fez-se a Ausência
Da algazarra infantil fez-se o Silêncio
Da alegria vivaz fez-se a Dolência
Da boa avó materna fez-se o Pranto
Que até hoje guardo nos olhos já cinzentos!

Minha infância envelheceu...
Não há como voltar... eu sei: não há!
Todavia, do Tempo que não pára, não espera
eu me vingo... e lá eu volto
num acesso de loucura (sem ser louco!)
nas Asas sutis do Pensamento
na memória fiel do coração...

Então, eu pego meus brinquedos - e brinco
Corro no jardim da boa avó entre flores,
cores e perfumes...
Abraço o Amiguinho Imaginário
Saltito com a arteira carochinha...
E, nesse transe assim, nessa Emoção
um a um - acaricio meus bichinhos de estimação!

Minha infância envelheceu... eu sei!
Mas quando eu volto lá - em pensamento
Nas Asas diáfanas do irmão Vento
alquebrado, perdido, envelhecido
no arrepio febril que acende a Alma
a Infância que vivi trago comigo:

Cúmplice de meus Sonhos nacarados
Singela, amorosa... doce abrigo!

Porto Alegre, 06 de outubro/2007. 21h16min
jjotapoeta@yahoo.com.br - www.jjotapoeta.art.br


  Data: 12/9/14 - 13:54

  Nome:   Paola Rhoden
Um dia acontecerá.

 
Mostrando 15 mensagens de um total de 345

<< anterior    1  2  3 4 5  6  7  8    próxima >>
 

Confraria Artistas e Poetas pela Paz - Todos os direitos reservados
Formatação e layout por Rosângela Coelho

Powered by © Fritsche